Plano de Ação Global para a Segurança do Paciente 2021-2030:rumo à eliminação de danos evitáveis

No final de agosto de 2020, a SOBRASP divulgou a consulta pública para o documento da Organização Mundial da Saúde (OMS) Global Patient Safety Action Plan 2021–2030: towards Zero Patient Harm in Health Care.


Em janeiro deste ano, os Estados membros e outros atores não Estados, que compõem o Executive Board da OMS, endossaram por unanimidade a terceira versão do documento, que será apresentado na 74ª Assembleia Mundial da Saúde, a ser realizada em maio de 2021.


O documento, agora intituladoGlobal Patient Safety Action Plan 2021–2030: Towards eliminating avoidable harm in health care, foi apoiado também pela International Alliance of Patients´Organizations (IAPO), que agrega 300 organizações de 71 países, abrangendo 50 áreas de doenças, com a missão de ajudar a construir o cuidado centrado no paciente em todo o mundo.1


A iniciativa Global Patient Safety Action Plan 2021–2030, que integra o Programa Global de Segurança do Paciente da OMS, tem como meta “alcançar a redução máxima possível de danos evitáveis devido a cuidados de saúde inseguros em todo o mundo”.2


Para desenvolver a sua missão – “impulsionar políticas e ações, com base na ciência, experiência do paciente, design de sistema e parcerias, para eliminar todas as fontes de riscos e danos evitáveis aos pacientes e profissionais de saúde” – o Plano de Ação orienta-se pelos seguintes princípios:2


§ Envolver pacientes e familiares como parceiros em cuidados seguros;

§ Alcançar resultados por meio do trabalho colaborativo;

§ Analisar dados para gerar aprendizado;

§ Traduzir evidências em melhorias mensuráveis;

§ Basear as políticas e ações na natureza do ambiente de atendimento;

§ Usar conhecimentos científicos e a experiência do paciente para melhorar a segurança;

§ Incutir a cultura de segurança na concepção e prestação de cuidados de saúde.


As ações para alcançar a meta proposta até 2030 estão estruturadas em sete objetivos estratégicos:


§ 1: Políticas para eliminar danos evitáveis;

§ 2: Sistemas de alta confiabilidade;

§ 3: Segurança dos processos clínicos;

§ 4: Envolvimento do paciente e da família;

§ 5: Educação, habilidades e segurança do trabalhador de saúde;

§ 6: Informação, pesquisa, gestão de risco e melhoria;

§ 7: Sinergias, parcerias e solidariedade.


O Plano apresenta, para cada um dos sete objetivos estratégicos, ações em quatro níveis: governos, estabelecimentos de saúde, stakeholders e Secretariado da OMS.


Conheça o documento na íntegra, e comece a preparar a sua organização para participar do Plano de Ação Global da OMS, e alcançar a meta de reduzir o máximo possível os danos evitáveis devido a cuidados de saúde inseguros até 2030!






Referências


1 The International Alliance of Patients’ Organizations. Who we are. London: IAPO; Disponível em: https://www.iapo.org.uk/who-we-are.


2 World Health Organization. Global Patient Safety Action Plan 2021–2030: Towards eliminating avoidable harm in health care. Geneva; 2021[acessado 2021 Jan 30]. Disponível em: https://www.who.int/teams/integrated-health-services/patient-safety/policy/global-patient-safety-action-plan.


73 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Sobrasp-png.png
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente  - SOBRASP - CNPJ 31.834.170/0001-03 - Rio de Janeiro - RJ / contato@sobrasp.org.br